12019fev.
Cuidados para evitar superaquecimento do motor

Cuidados para evitar superaquecimento do motor

Cuidados para evitar superaquecimento do motor


Líquido de arrefecimento abaixo do nível, ruído, ressecamento das mangueiras ou desgaste excessivo da correia podem indicar problemas no sistema de arrefecimento do motor, incluindo o mau funcionamento da bomba d’ água.


Parte do sistema de arrefecimento, a bomba d’água, responsável por fazer circular o líquido de arrefecimento pelo motor até o radiador é peça fundamental para controlar a temperatura ideal de trabalho e evitar o superaquecimento do veículo.

“Os motoristas devem ficar sempre atentos com o desempenho da bomba d’água e todos os componentes que compõe o sistema para não comprometer a refrigeração do motor“, afirma Jair Silva, gerente de qualidade e serviços da Nakata.

Silva explica que, geralmente, a bomba d’água é ligada à parte frontal do motor responsável pelo o seu acionamento por meio de uma correia, fazendo com que o rotor gere o fluxo do líquido de arrefecimento no sistema. “Caso ocorra alguma falha na bomba d’água o fluxo do líquido de arrefecimento pode ser interrompido, o que poderá resultar em superaquecimento e, assim, encurtar a vida útil do motor”, alerta.

A recomendação é ter alguns cuidados com a manutenção preventiva dos componentes do motor. “É importante verificar, semanalmente, o nível do líquido de arrefecimento com o motor frio e caso haja redução do líquido será preciso investigar o vazamento”, comenta. Ruídos, e temperatura acima do normal é um  alerta de que algo está errado e deve ser investigado por um profissional habilitado .

Se houver necessidade de troca da bomba d’água é recomendável levar a uma oficina especializada e de confiança já que é necessário conhecimento técnico e preciso verificar a peça adequada para cada modelo de veículo. A limpeza de todo o sistema também deve ser minuciosa.

As informações são da Assessoria de Imprensa.


Fonte: Portal do Trânsito

Avalie esse post